Conselheiros do CNMP analisam Lei de Improbidade Administrativa

Painel de debate abriu segundo dia de atividades do IV Congresso do Patrimônio Público e Social do MPSP, evento realizado pelo Ceaf/ESMP com PGJ e UNCMP/CNMP, e apoiado pela APMP

24 de novembro de 2017
Categoria:

O presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), José Oswaldo Molineiro, acompanhou nesta sexta-feira (24/11) o painel inaugural do segundo dia de atividades do IV Congresso do Patrimônio Público e Social do Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) – 25 Anos da Lei de Improbidade Administrativa, intitulado “A Lei de Improbidade Administrativa na visão do Conselho Nacional do Ministério Público”, com a participação dos conselheiros do CNMP Fábio Bastos Stica e Lauro Machado Nogueira. O evento, realizado na capital paulista entre os dias 23 e 25/11 pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional – Escola Superior do Ministério Público (Ceaf/ESMP), em conjunto com a Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) e a Unidade Nacional de Capacitação do Ministério Público (UNCMP/CNMP), tem apoio da APMP.

Além dos conselheiros do CNMP e do presidente da Associação, a mesa de abertura do segundo dia do Congresso contou com a presença do diretor do Ceaf/ESMP, Antonio Carlos da Ponte. Na noite de quinta-feira (23/11), o presidente Molineiro, da APMP, já havia acompanhado a abertura do Congresso, no auditório Queiroz Filho do edifício-sede do MPSP, com palestra proferida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal [clique em link abaixo para ler notícia]. O encerramento será feito no sábado (25/11), às 11 horas, na sede do Ceaf/ESMP – rua Treze de Maio, 1.259, bairro Bela Vista.

(Foto: Assessoria de Imprensa do Ceaf/ESMP)

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM:

Presidente Molineiro participa de abertura do Congresso do Patrimônio Público