Autocomposição no âmbito do Ministério Público é tema do Grupo de Estudos da Baixada Santista

O tema foi apresentado por Gregório Assagra de Almeida, promotor de Justiça e diretor do Centro de Estudos de Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público do Estado de Minas Gerais

9 de outubro de 2017
Categoria: Geral

O Grupo de Estudos (GE) “Ibrahin Nobre”, da Baixada Santista, realizou neste sábado (07/10) reunião ordinária com palestra do promotor de Justiça e diretor do Centro de Estudos de Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), Gregório Assagra de Almeida. Dezenas de promotores e procuradores de Justiça, da ativa e aposentados, acompanharam a apresentação do professor e autor de várias obras de Direito Processual Civil e Interesses Difusos, que teve como tema: “Autocomposição no Âmbito do Ministério Público”.

Além do palestrante, compuseram a mesa dos trabalhos o presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), José Oswaldo Molineiro, o coordenador-geral dos Grupos de Estudos e conselheiro fiscal da APMP, Pedro Eduardo de Camargo Elias, e o atual coordenador do GE da Baixada, Landolfo Andrade de Souza.