Diretora da APMP participa de encontro com ONU Mulheres Brasil

Promotora de Justiça Fabiana Dal’Mas Rocha Paes, uma das diretoras da APMP Mulher, é vice-presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreiras Jurídicas em São Paulo

6 de outubro de 2017
Categoria: Geral

Na sexta-feira, 06/10, a promotora de Justiça Fabiana Dal’Mas Rocha Paes, uma das diretoras do Departamento APMP Mulher na Associação Paulista do Ministério Público e vice-presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreiras Jurídicas (ABMCJ) em São Paulo, participou de encontro realizado em Brasília (DF) pela ONU Mulheres Brasil, entidade das Nações Unidas para a igualdade de gênero. O objetivo foi discutir possibilidades de colaboração nas áreas de violência contra as mulheres, empoderamento econômico e democracia paritária.

A presidente da ABMCJ em São Paulo é a advogada Alice Bianchini, e a presidente nacional, Laudelina Silva. Também integram a ABMCJ as procuradoras de Justiça Beatriz Helena Ramos do Amaral (uma das diretoras do Departamento Cultural da APMP), Sandra Jardim e Valderez Deusdedit Abbud e as promotoras de Justiça Celeste Leite dos Santos (uma das diretoras do Departamento de Convênios e Eventos da APMP), Fabiola Sucasas Negrão Covas, Maria Gabriela Prado Manssur e Silvia Chakian de Toledo Santos. Assim como Fabiana Dal’Mas Rocha Paes, Celeste Leite, Fabiola Sucasas e Gabriela Manssur são diretoras da APMP Mulher.

A ONU Mulheres foi criada em 2010 para unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres. Segue o legado de duas décadas do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) em defesa dos direitos humanos das mulheres, especialmente pelo apoio a articulações e movimento de mulheres e feministas. Tem sede em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e possui escritórios regionais e em países da África, Américas, Ásia e Europa. Nas Américas e Caribe, o escritório regional está situado no Panamá. No Brasil, o escritório opera em Brasília.

(Foto: Mara Karina Silva/ONU Mulheres)

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE DA ONU MULHERES BRASIL