Liliana Buff concede entrevista para o ‘Projeto APMP 80 Anos’

9 de outubro de 2018

Procuradora de Justiça aposentada foi a primeira e única candidata à presidente da entidade de classe paulista

A procuradora de Justiça aposentada Liliana Buff de Souza e Silva, em recente visita à Associação Paulista do Ministério Público (APMP), gravou entrevista para falar sobe sua carreira como membro do Ministério Público e sobre sua vida associativa.

Liliana ingressou no Ministério Público em 1980, em cujo concurso foram aprovados 70 promotores de Justiça, entre os quais apenas 12 mulheres. “Sei que, quando ingressamos, passamos a 30 ou 31 mulheres no Ministério Público, em 1980, já quase final do século XX”.

Na entrevista, a procuradora de Justiça aposentada destacou sua participação na política institucional, bem como relatou as dificuldades e as movimentações na luta pela democratização do Ministério Público. Prosseguindo, descreveu o contexto em que se tornou candidata à presidente da APMP e defendeu uma maior participação de mulheres na política institucional: “Eu fico muito feliz e ao mesmo tempo – há uma ambiguidade nesse sentimento – de ter sido indicada, por um grupo político a que eu mencionei, como candidata à Presidência da Associação e, em 80 anos de história, que comemoramos agora, ainda ter sido a única candidata e ter sido isto ocorrido no século XX, em 1994″. E finalizou: “ficarei muito honrada e muito mais feliz se um dia puder vir à posse de uma colega do Ministério Público, seja na Procuradoria-Geral, seja na Presidência da Associação”.

ASSISTA À ÍNTEGRA DA ENTREVISTA.