Presidente da APMP comparece à posse da diretoria da Apamagis

12 de março de 2018

Tomaram posse Fernando Figueiredo Bartoletti, como presidente, Vanessa Ribeiro Mateus, como 1ª vice-presidente, e Claudio Antonio Soares, como 2º vice-presidente

Em solenidade realizada na noite de sexta-feira, 09/03, tomou posse formalmente a Diretoria Executiva e o Conselho Consultivo, Orientador e Fiscal (biênio 2018/2019) da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), tendo o juiz Fernando Figueiredo Bartoletti como presidente, a juíza Vanessa Ribeiro Mateus como 1ª vice-presidente e o desembargador Claudio Antonio Soares como 2º vice-presidente. Entre as autoridades que compareceram ao evento, realizado na Sede Social da Apamagis, no Jardim Luzitânia, na Capital, estava o presidente a Associação Paulista do Ministério Público (APMP), José Oswaldo Molineiro.

No Conselho Consultivo, Orientador e Fiscal da Apamagis tomaram posse os seguintes magistrados: desembargador Carlos Fonseca Monnerat (presidente), desembargador Miguel Petroni Neto (vice-presidente), juiz José Rodrigues Arimatéa (secretário), desembargador Antônio Raphael Silva Salvador, juíza Érika Silveira de Moraes Brandão, desembargador Luís Fernando Nishi, juíza Maria de Fátima dos Santos Gomes Muniz de Oliveira, juíza Maria Domitila do Prado Manssur, juiz Nilton Santos Oliveira, desembargador Pedro Cauby Pires de Araújo, desembargador Renzo Leonardi, desembargador Roque Antonio Mesquita de Oliveira e desembargador Oscild de Lima Junior (membro nato e presidente anterior da Apamagis).

Entre as autoridades presentes à posse solene estavam o procurador-geral de Justiça em exercício, Walter Paulo Sabella, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), Manoel Pereira Calças, o vice-presidente do TJSP, Artur Marques da Silva Filho, o ex-presidente do TJSP, Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Jayme Martins de Oliveira Neto, o ex-presidente da Apamagis (no biênio 1988-1989), Régis de Oliveira, os deputados federais Antonio Goulart (PSD), Arnaldo Faria de Sá (PTB), Celso Russomano (PRB) e Vicente Cândido (PT), e o deputado estadual Itamar Borges (MDB).