Nota de apoio ao Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi

APMP em apoio ao Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi

Publicado em 21 de dezembro de 2020

A Associação Paulista do Ministério Público (APMP), entidade que representa mais de 3 mil Promotores e Procuradores de Justiça, da ativa e aposentados, do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP), vem a público manifestar solidariedade e apoio ao 8º Promotor de Justiça de Araraquara, Marcel Zanin Bombardi, em razão das palavras proferidas por Walter Delgatti Netto – condenado com trânsito em julgado em ação penal movida pelo mencionado membro do Ministério Público – em matéria veiculada pela CNN (20.12.2020).

De se registrar, em proêmio, que Walter Delgatti Netto responde a ação penal, em curso perante a Justiça Federal, por ter invadido a comunicação pessoal de diversas pessoas, dentre elas o ex-Juiz Federal Sérgio Moro, o Procurador da República Deltan Delagnol e o próprio Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi.

Na ocasião, Walter Delgatti Netto justificou que invadira por primeiro o celular de Marcel Zanin Bombardi para se “defender” de ilegal perseguição, fato que não é verdadeiro. Primeiro porque não fora perseguido pelo membro do Ministério Público, mas sim processado, por dever de ofício, em razão de crime pelo qual restou condenado. Segundo porque em nenhum momento Marcel Zanin Bombardi fez qualquer exigência ilegal contra o então investigado. E, por terceiro, de se esclarece que a própria matéria jornalística apontou que Walter Delgatti Netto já havia, d´antes, e segundo a Polícia Federal, interceptado comunicação telefônica de outro agente público, o que demonstra que a ilegal intercepção telefônica praticada contra Marcel Zanin Bombardi não se dera em proclamada – mas nunca demonstrada – autodefesa e, sim, que fora praticada em contexto maior e reiterado, contra diversas pessoas.

Registra-se que o Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi atuou no cumprimento da Constituição Federal, Constituição do Estado e das Leis da República e de São Paulo, na defesa da sociedade.

De forma vaga, Walter Delgatti Netto buscou ofender o Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi, fazendo ataque genérico à honra do membro do Ministério Público, sem apresentar qualquer indício, mínimo que fosse, a comprovar sua alegação.

As afirmações vazias do réu já condenado com trânsito em julgado não rechaçam a firme atuação do 8º Promotor de Justiça de Araraquara, Marcel Zanin Bombardi, que sempre atuou pautado pela estrita legalidade, com ações técnicas que visam a aplicar a Justiça aos casos concretos.

Nesse contexto, a APMP manifesta seu irrestrito apoio ao Promotor de Justiça Marcel Zanin Bombardi e repudia qualquer ato intimidatório ao desempenho das funções ministeriais. Ressalta-se que, assim como os demais Membros do MPSP, ele possui conduta ilibada e baliza suas ações, costumeiramente combativas e aguerridas, visando à satisfação da Justiça, ao que conta ele com apoio irrestrito desta associação para que possa continuar cumprindo seus deveres constitucionais e legais na defesa da ordem jurídica, da do regime democrático e da segurança pública.

São Paulo, 22 de dezembro de 2020.
Diretoria da Associação Paulista do Ministério Público