Procurador de Justiça Paulo Sergio de Oliveira e Costa é empossado diretor da ESMP

Ao lado do procurador, participarão da gestão da ESMP no biênio 2020-2021 os promotores Emmanuel Levy  Magno, José Roberto Fumach, Mylene Comploier e Zenon Lotufo Tertius .

Publicado em 12 de fevereiro de 2020

O presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), Paulo Penteado Teixeira Junior, participou, nesta sexta (7) da cerimônia solene de posse do procurador de Justiça Paulo Sérgio de Oliveira, como diretor da Escola Superior do Ministério Público (ESMP). Centenas de pessoas compareceram ao evento e também puderam acompanhar a solenidade, realizada no Auditório Queiróz Filho, localizado no edifício sede do MPSP, pela página no Facebook da instituição. Ao lado do procurador, participarão da gestão da ESMP no biênio 2020-2021 os promotores Emmanuel Levy  Magno, José Roberto Fumach, Mylene Comploier e Zenon Lotufo Tertius .

Oliveira e Costa apresentou as diretrizes que nortearão a ESMP nos próximos dois anos e alertou para ops desafios atuais que as inovações tecnológicas apresentam. “ São desafios complexos e dinâmicos portanto traremos muita inovação, atenção às plataformas tecnológicas e difusão de conhecimento no desenvolvimento da apresndizagem de nossos membros. Teremos um foco ainda na formação sócio-emocional, na formação do ser humano” O novo diretor da escola não deixou de ressaltar as contribuições de seus antecessores e agredeceu a presença de alguns deles à solenidade como Mario Luiz  Sarrubbo, Mario Papaterra Limonge, Marcelo Pedroso Goulart, Marino Pazzaglini Filho e Hugo Nigro Mazzilli.

Paulo Penteado também destacou a importância de cada diretor que já passou pela ESMP. “Cada um de nós deixa uma marca em nossas atuações que ficam na história da instituição, pois temos uma dedicação especial à causa pública. Nossa escola superior não apenas ensina, ela forma. É um celeiro institucional do Ministério Público. E a escolha do nome de Paulo Sergio irá coroar ainda mais esta instituição”, disse.

O procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio,  enfatizou a importância de um nome como Oliveira e Costa à frente da escola e lembrou a importância da ESMP para o MP paulista e para a sociedade civil.  “É uma alegria para a instituição ter à frente da escola um profissional como Oliveira e Costa”. E completou:  “A função da escola é transmitir a toda a instituição e a toda a sociedade o ensinamento jurídico e moral do MPSP”.

A corregedora-geral, Tereza Exner, enalteceu a importância da parceria entre a ESMP e a Corregedoria-Geral.. “Penso que ambas, cada qual com sua atribuição, trabalham na formação do bem mais precioso desta instituição, que são os seus membros”

O secretário de Estado da Educação, Rossiele Soares, que na ocasião representava o Governador do Estado de São Paulo, João Dória, em sua manifestação, solicitou a Oliveira e Costa ajuda para formar gestores públicos de educação.

Também compuseram a mesa diretora o secretário do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), José Carlos Cosenzo, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TER), Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior, o desembargador Álvaro Augusto dos Passos, que na ocasião representava o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), Pereira Calças, o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano, o decano do Órgão Especial, Álvaro Augusto Fonseca de Arruda, e o secretário de Estado da Justiça, Paulo Dimas.