Projeto ‘Tem Saída’ gera emprego para vítima de violência doméstica

Idealizadora é Gabriela Manssur, uma das diretoras da APMP Mulher; Termo de Cooperação foi assinado com representantes do MPSP, Prefeitura, TJSP, Defensoria, OAB e ONU Mulheres

7 de agosto de 2018
Categoria: APMP Mulher

O projeto “Tem Saída”, que visa gerar emprego para mulheres vítimas de violência doméstica dependentes economicamente de parceiros, foi lançado na segunda-feira, 6/8, em evento realizado no Auditório “Queiroz Filho” do Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP). A idealizadora é a promotora de Justiça Maria Gabriela Prado Manssur, uma das diretoras da APMP Mulher na Associação Paulista do Ministério Público.

O Termo de Cooperação foi assinado com representantes do MPSP, Prefeitura de São Paulo, Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Organização das Nações Unidas (ONU) Mulheres. Ele prevê encaminhamento das vítimas em qualquer fase do processo para os postos da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo, visando que elas trabalhem em empresas parceiras e, assim, superem o vínculo de dependência financeira com os agressores.