Paulo Penteado é eleito presidente da APMP para o biênio 2019/2020

1 de dezembro de 2018

Chapa Experiência e Trabalho foi eleita com 1378 votos do total de 1454 cédulas apuradas

Foi definida neste sábado (1º) a nova diretoria da Associação Paulista do Ministério Público (APMP) para o biênio 2019/2020. A chapa Experiência e Trabalho, composta por Paulo Penteado Teixeira Junior, presidente; Paula Castanheira Lamenza, 1ª vice-presidente; Gabriel Bittencourt Perez,  2º vice-presidente; Tiago de Toledo Rodrigues, 1º secretário, Pedro Eduardo de Camargo Elias, 2º secretário; Renato Kim Barbosa, 1º tesoureiro; Fabíola Moran Faloppa, 2ª tesoureira; Cyrdêmia da Gama Botto, diretora de Aposentados; André Pascoal da Silva, diretor de patrimônio; Francisco Antonio Gnipper Cirillo, diretor de Relações Pública e Eventos; Salmo Mohmari dos Santos Junior, diretor de Prerrogativas; Luciano Gomes de Queiróz Coutinho, diretor de Esportes; Maria Gabriela Prado Manssur, diretora da APMP Mulher; Luiz Roberto Cocogna Faggioni, diretor do Departamento Médico; e Marcelo Luiz Barone, diretor de Previdência, foi eleita com 1.378 votos do total de 1.454 cédulas apuradas, das quais 60 votos brancos e 16 nulos. No total foram recebidos 1462 votos.

Também fazem parte da chapa eleita os seguintes diretores do Conselho Fiscal: Marcelo Rovere, Enilson David Komono e Paulo Juricic (titulares); e Fabiana Dal Mas Rocha Paes, Antonio Bandeira Neto e Daniel Leme de Arruda (suplentes). A maior parte dos diretores eleitos eram integrantes da diretoria anterior.

A eleição presencial ocorreu na Sede Executiva da APMP, no edifício sede do Ministério Público de São Paulo, das 9h às 17h. Porém, a maior parte dos votos foi recebida pelos Correios e encaminhada pelos associados desde o dia 1º de novembro, conforme o edital do pleito, publicado no Diário Oficial do Estado.

A apuração também ocorreu na Sede Executiva e contou com o apoio de comissão formada por membros do Ministério Público, coordenados e presididos pela procuradora de Justiça Valderez Abbud.

Ao final da apuração, o atual presidente da APMP, José Oswaldo Molineiro, que se despede da Associação após dois anos, agradeceu o empenho da atual diretoria e desejou sucesso ao seu sucessor. “Esse resultado que apresentamos nestes dois anos, é o resultado do trabalho de toda essa diretoria competente e centrada. Está na hora de Paulo Penteado seguir à Presidência, após cinco anos no cargo de secretário. Tenho certeza que ele continuará desempenhando um grande trabalho à frente da APMP”, disse.

O recém-eleito presidente, Paulo Penteado, também se manifestou sobre o trabalho a ser desenvolvido no próximo biênio. “ Precisamos de cada um de nossos associados, pois a APMP somos todos nós. Estamos passando por tempos difíceis para nós e para a instituição, mas tenho certeza de que com união, trabalho sério, dedicação e força podemos superar essas dificuldades. Tenho honra de poder defender esta instituição, pois a sua defesa é a defesa do Brasil”, discursou.